noticias456 Seja bem vindo ao nosso site Jornal O Litoral!

Brasil

Terrorismo em Brasília: Flávio Dino diz que foram expedidos 1,2 mil autos de prisão e apreensão

Ministro da Justiça divulgou número em rede social, na manhã desta quarta-feira (11). Segundo PF, até noite de terça (10), 727 pessoas tinham sido presas.

Publicada em 11/01/2023 às 10:44h - 6 visualizações

g1 DF


Compartilhe
Compartilhar a notícia Terrorismo em Brasília: Flávio Dino diz que foram expedidos 1,2 mil autos de prisão e apreensão  Compartilhar a notícia Terrorismo em Brasília: Flávio Dino diz que foram expedidos 1,2 mil autos de prisão e apreensão  Compartilhar a notícia Terrorismo em Brasília: Flávio Dino diz que foram expedidos 1,2 mil autos de prisão e apreensão

Link da Notícia:

Terrorismo em Brasília: Flávio Dino diz que foram expedidos 1,2 mil autos de prisão e apreensão
 (Foto: Reprodução )

O ministro da Justiça, Flávio Dino, informou que 1.261 autos de prisão e apreensão foram lavrados nas investigações relacionadas aos ataques terroristas ocorridos às sedes dos três poderes, em Brasília, no último domingo (8). Em rede social, Dino agradeceu o trabalho das forças de segurança.

Na noite de terça (7), a Polícia Federal informou que 1,5 mil pessoas foram detidas por envolvimento nos atos. Do total, 727 suspeitos permaneceram presos e 599 foram liberados após assinarem termos de compromisso.

A PF afirma que os liberados são, em geral, idosos, pessoas com problemas de saúde, em situação de rua e mães acompanhados de crianças. Ainda de acordo com a corporação, todos os detidos "estão recebendo alimentação regular (café da manhã, almoço, lanche e jantar), hidratação e atendimento médico, quando necessário".

A maioria dos detidos estava no acampamento golpista de bolsonaristas desmontado no Quartel-General do Exército em Brasília. Até a tarde de terça, 447 já tinham sido transferidos para o Complexo Penitenciário da Papuda e para a Penitenciária Feminina do DF.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou que o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) vai fazer um mutirão para realizar audiências de custódia dos radicais bolsonaristas.

 

Bolsonaristas terroristas invadiram e depredaram Palácio do Planalto, Congresso e STF. Veja fotos de quem participou da destruição.

O movimento golpista que ocorre há semanas em Brasília foi engrossado por dezenas de ônibus que chegaram no fim de semana.

Apesar disso, a PM do DF mantinha poucos homens no local e não conseguiu frear os terroristas. A polícia foi criticada e acusada de omissão.

Obras de arte e móveis foram quebrados no palácio presidencial. O plenário do STF ficou destruído. Veja FOTOS e VÍDEOS da barbárie.

Lula decretou intervenção federal para assumir a segurança do DF, e o governo pediu a prisão do bolsonarista Anderson Torres, que respondia pela segurança em Brasília.

O ministro do STF Alexandre de Moraes determinou o afastamento do governador Ibaneis Rocha (MDB) por, pelo menos, 90 dias. Quem assume o cargo é a vice, Celina Leão (PP).

Segundo a Polícia Civil, em dados atualizados, 209 pessoas foram presas por participação nos atos. Outros 44 golpistas foram presos pela Polícia Legislativa. No acampamento golpista no Quartel-General do Exército, 1,2 mil foram detidos.

O coronel que chefiava a PM durante ataques em Brasília, Fábio Augusto, foi preso após determinação do ministro do STF, Alexandre de Moraes.

O ministro também determinou a prisão do ex-secretário de Segurança Pública do DF e ex-ministro da Justiça no governo Bolsonaro, Anderson Torres.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (84)99482-9967

Visitas: 161571
Usuários Online: 4
Copyright (c) 2023 - Jornal O Litoral - Sistema Litoral de Comunicação