noticias728 Seja bem vindo ao nosso site Jornal O Litoral!

Cidade

Nota de Esclarecimento

Publicada em 21/03/21 às 15:50h - 79 visualizações

ASSECOM PMCM


Compartilhe
Compartilhar a notícia Nota de Esclarecimento  Compartilhar a notícia Nota de Esclarecimento  Compartilhar a notícia Nota de Esclarecimento

Link da Notícia:

Nota de Esclarecimento
 (Foto: Internet)
A Prefeitura de Ceará-Mirim alerta para colapso de oxigênio em várias cidades do Estado  e para falta de leitos de UTI no Hospital Regional de João Câmara que é o Hospital Referência na 3 região para o tratamento do COVID  o que fez aumentar a procura pelos serviços do Hospital Percilio Alves em Ceará Mirim por pessoas de outros Municípios com o consequente aumento do consumo de oxigênio

A Prefeitura de Ceará-Mirim alerta a toda a população que cumpra rigorosamente o Decreto Municipal e respeitem as regras de distanciamento social. 

Com a superlotação do Hospital Regional de João Câmara que pertence ao Governo do Estado e é o Hospital referência em COVID da 3 Região a procura por atendimento no Hospital Percilio Alves aumentou em 5 vezes. Pessoas de outros Municípios que deveriam ser atendidos no Hospital de Joao Camara e não vem sendo, estão procurando Ceará Mirim em busca de atendimento o que fez com que aumentasse em cerca de 5 vezes o consumo de oxigênio  do Hospital Municipal de Ceará Mirim.  Para se ter uma idéia o Hospital Percilio Alves tem o consumo médio diário de 8 cilindros de oxigênio e no dia de ontem foram utilizados 36 cilindros o que ainda não foi suficiente. 

Devido o aumento de casos de COVID no país inteiro os fornecedores de oxigênio, não vem tendo como abastecer os hospitais principalmente pela falta de cilindros. Sem falar com a lotação dos Hospitais Públicos e Privados do Estado e a superlotação dos leitos de UTI, os pacientes permanecem mais tempo no Hospital Percilio Alves que de praxe deveria atender o paciente, estabilizar e encaminhar para os Hospitais de Referência. Esse é outro motivo do aumento  do consumo de oxigênio.

É de se esclarecer que o Hospital de Ceará Mirim é referência no atendimento de obstetrícia da 3 região e não de COVID, ou seja o Hospital  Percilio Alves tem por obrigação a realização dos partos de mais de 250 mil pessoas de 22 Municípios da Região o que vem fazendo regularmente e não no atendimento ao COVID.

O Prefeito Júlio vem destacando a necessidade do Governo do Estado abrir mais leitos, bem como da um suporte maior ao Municipio de Ceará Mirim no tocante ao envio de cilindros de oxigênio, já que o aumento do consumo do oxigênio no Hospital Percilio Alves  está diretamente ligado aos problemas de superlotação que enfrenta o Hospital Regional de João Camara e ao aumento de casos de COVID 19 em todo o Estado.

O Prefeito informa ainda que o Municipio de Ceará Mirim será contemplado semana que vem com 5 concentradores de oxigênio fruto de uma articulação da Femurn com o Governo do Amazonas, além de ter recebido semana passada 3 monitores que já estão sendo utilizados no Hospital Percilio Alves.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (84)99482-9967

Visitas: 161650
Usuários Online: 7
Copyright (c) 2023 - Jornal O Litoral - Sistema Litoral de Comunicação