noticias384 Seja bem vindo ao nosso site Jornal O Litoral!

Esporte

Daniel Alves assina rescisão de contrato com o São Paulo

Atrito por dívida milionária encerra passagem de atleta pelo Morumbi 15 meses antes do previsto

Publicada em 17/09/2021 às 10:54h - 15 visualizações

Redação do ge ? São Paulo


Compartilhe
Compartilhar a notícia Daniel Alves assina rescisão de contrato com o São Paulo  Compartilhar a notícia Daniel Alves assina rescisão de contrato com o São Paulo  Compartilhar a notícia Daniel Alves assina rescisão de contrato com o São Paulo

Link da Notícia:

Daniel Alves assina rescisão de contrato com o São Paulo
 (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

O São Paulo e o lateral Daniel Alves finalizaram o acordo nesta quinta-feira para a rescisão do contrato do jogador, que terminaria apenas em dezembro de 2022. O atleta agora pode se transferir para outro clube, inclusive do Brasil ? ele tem apenas seis jogos no Brasileiro, justamente o limite para trocar de equipe.

Uma dívida milionária, estimada em R$ 18 milhões, foi a razão do fim da passagem do atleta pelo Morumbi 15 meses antes do previsto. A estimativa do clube é de uma economia de R$ 27 milhões com o que ainda restava do vínculo, como bônus, metas e salário até o fim de 2022.

Nesta quinta-feira houve a troca de documentos para a assinatura da rescisão. Com as principais questões apalavradas desde quarta, coube ao São Paulo e ao estafe de Daniel Alves encerrarem as pendências burocráticas com a oficialização do acordo.

? O São Paulo Futebol Clube comunica que na data de hoje foi firmado um acordo para a rescisão do jogador Daniel Alves, que tinha vínculo com o clube até dezembro de 2022 ? anunciou o clube em suas redes sociais.

Na última sexta-feira, após período com a seleção brasileira, Daniel Alves informou à diretoria do São Paulo que não se reapresentaria até que a dívida fosse equacionada. Os dirigentes, então, declararam que ele não estava afastado do elenco de Hernán Crespo.

O lateral chegou ao São Paulo após a Copa América de 2019, quando terminou o contrato que tinha com o PSG, da França. Em sua apresentação, cerca de 45 mil torcedores foram ao Morumbi.

Para jogar no São Paulo, clube do qual se declarou torcedor, Daniel Alves acertou um salário equivalente a R$ 1,5 milhão mensal ? o pagamento era dividido entre parcelas mensais, de cerca de R$ 500 mil, e outras relativas a direitos de imagem e econômicos que deveriam ser pagas em semestralmente.

O plano do São Paulo era de que parceiros privados bancassem parte considerável desses vencimentos, o que jamais se concretizou. Os atrasos começaram ainda antes da pandemia de Covid-19.

Ao assumir a presidência do clube, em janeiro, a atual diretoria, comandada por Julio Casares, admitiu uma dívida de pouco mais de R$ 10 milhões ? valor que alcançou os R$ 18 milhões no auge da crise, há uma semana.

Em agosto, após vencer a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Daniel Alves fez duras críticas ao clube, a quem acusou de ?falhar?. A reclamação foi motivada, segundo pessoas que trabalham com o jogador, pelo fato de o São Paulo não ter honrado o compromisso de iniciar o pagamento da dívida em junho.

No período em que defendeu o São Paulo, Daniel Alves conquistou uma taça, a do Paulistão deste ano.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (84)99482-9967

Visitas: 161782
Usuários Online: 6
Copyright (c) 2023 - Jornal O Litoral - Sistema Litoral de Comunicação